Segunda-feira, 30 de Março de 2009

O Velho Zacarias - Capítulo II - Uma nova família - parte 2

 

Era um bairro relativamente pequeno, com poucas casas, espaçadas por lotes baldios cheios de mato e com algumas árvores, mangueiras principalmente. As casas eram de tijolo sem serem rebocadas, e a maioria não tinha muros. Os lotes eram demarcados com arame farpado. Reparei em duas pequenas vendas, sendo que uma não era mais do que um simples boteco onde estavam dois homens a dividir uma cerveja, e um outro sentado à porta.
Reparei principalmente neste homem sentado à porta do boteco. Um homem negro, alto, magro, com umas mãos enormes. Era velho, muito velho mesmo. O pouco cabelo que tinha era branco tal como a sua enorme barba que lhe dava quase pelo peito. Usava uma camisa azul bastante gasta apresentando alguns rasgões. As calças, castanhas, davam-lhe pelas canelas. E, nos enormes pés, um par de chinelos bastante remendados. Mas, o que mais me chamou a atenção naquele velho negro foram os seus olhos. Duas enormes bolas pretas com a parte branca já amarelada.
Ao passar à porta do boteco, sentado na bicicleta do meu pai, o homem levantou uma das mãos, abriu um sorriso, e acenou para mim. Eu respondi ao aceno.
 
- Aquele é o velho Zacarias. Ninguém sabe de onde veio nem qual é a história dele. Só se sabe que foi dos primeiros a vir morar aqui no bairro. E esta, Lucas, é a nossa casa. A sua nova casa.
 
Parámos em frente à casa. Era uma casa simples, de telhas de amianto, como todas as outras do bairro, porém com algumas diferenças. Apesar do lote estar delimitado pelo arame farpado como os outras, a casa era mais cuidada. As paredes eram rebocadas a cimento e no quintal havia flores e árvores de fruto. Roseiras, mangueiras, bananeiras, laranjeiras e tudo estava impecavelmente bem cuidado.
 
- Clara, chegámos – Gritou o meu pai.
 
De dentro da casa saiu uma mulher. Era uma mulher jovem e muito bonita. Mais negra que eu, mas menos que o meu pai. Era magra mas com as curvas do corpo bem realçadas. Os seus olhos logo me cativaram. Eram de cor de mel. Os mais bonitos que alguma vez vira. Tinha um sorriso aberto com lábios bem contornados revelando uns dentes brancos como algodão e impecavelmente bem alinhados. Era a mulher mais bonita que jamais tinha visto.
Detrás da casa surgiu o meu novo irmão, o João. Era franzino mas não aparentava qualquer fraqueza e trazia nas mãos a pipa com que estava a brincar. Parou junto à sua mãe e agarrou-se a um dos seus braços olhando fixamente para mim.
 
- Olá – disse ela com um sorriso maravilhoso – Eu sou a Clara, a mulher do seu pai e este é o João, o seu irmão mais novo.
 
João largou o braço da mãe e deu dois passos em minha direcção e, de sorriso aberto, estendeu-me a mão para me cumprimentar. Eu estendi a minha e apertamos as mãos.
A simpatia de João tocou-me. Poderia ter sentido ciúmes por ver um estranho entrar numa casa para dividir com ele tudo o que até ali era só dele. Mas não. João aceitou-me desde o primeiro instante como irmão. E eu a ele.
 
- Marcos, João e Lucas. – Disse Clara – Agora só falta o Mateus.
- Podemos pensar nisso – respondeu o meu pai sorrindo.
- Nem pense, pelo menos por enquanto. Agora vá trocar de roupa e venha almoçar que o almoço já está pronto. Está com fome Lucas?
 
Não respondi.
 
- Ele é de poucas conversas. – Respondeu o meu pai – Não abriu a boca desde que chegou. A única coisa que o vi fazer foi responder ao aceno do velho Zacarias.
- bem, - Disse Clara – Pelo menos ficámos a saber que é educado e tem bom coração. Agora vamos comer. João mostra ao Lucas onde é o banheiro e só voltem de lá com essas mãos lavadas.
 
João agarrou na minha mão e levou-me para dentro de casa. A porta da casa dava para uma sala com dois pequenos sofás e um móvel com uma pequena televisão. Na parede uma fotografia da formatura do João e outra do casamento do meu pai com a Clara. A sala tinha mais quatro portas. Uma dava para o banheiro, ao lado a da cozinha e, do lado direito da sala, mais duas que davam acesso aos dois quartos da casa. Mas o que me chamou a atenção foi o facto de estar tudo impecavelmente limpo.
Enquanto lavávamos as mãos, Clara e meu pai foram para o quarto e eu não consegui evitar de ouvir a conversa deles.
 
- Estou preocupado com ele. – Falou o meu pai – Não disse uma palavra. Será que vai se habituar a viver connosco?
- Claro que vai Marcos – Respondeu Clara – O coitadinho está assustado. Perdeu a mãe, aquele que sempre conheceu por pai enxotou-o como se fosse um cão, descobre um pai que não sabia que tinha e vai morar numa casa de estranhos. Já imaginou o trauma que tudo isso deve ser? Temos que ter paciência com ele e dar-lhe muito carinho. Ele agora é da nossa família.
- Te amo tanto. Errei tanto com a mãe dele e mesmo assim Deus me abençoou com a mulher mais maravilhosa do mundo. Ainda ontem você não sabia que eu tinha um filho e hoje o recebe como se fosse seu.
- O que lá vai lá vai. Deus sabe o que faz e só temos que saber aceitar isso. Agora se despache que as crianças já devem estar esperando.
publicado por Farroscal II às 13:50
link do post | Polir esta pérola | favorito
3 polimentos:
De Gajo a 30 de Março de 2009 às 19:21
Continua que estás a ir bem na escrita desse livro. Não achas que devias "tagar" estes artigos? Assim é mais fácil apanhar todos os artigos relacionados com o "livro", né cara? ;)
Boas vacances!
Inté
De Farroscal II a 30 de Março de 2009 às 19:35
Tagar?! Ora aí está um termo giro. Vou passar a tagar. Fica combinado
De Gajo a 30 de Março de 2009 às 19:40
taguemos então ;) (não faço a mais pequena ideia se é assim que se chama ao acto de usar tags mas pronto, se não é passa a ser)

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 6 seguidores

.pesquisar

.Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.pérolas recentes

. Para a minha mulher

. Voltei

. O Acordo Ortográfico e os...

. Algo que nunca ninguém vi...

. Riqueza do papai

. Completamente a favor

. Um novo blog

. O círculo da vida

. Mais uma Grande Pérola

. dia histórico para o chiq...

.Contador

.tags

. todas as tags

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds